A norma ISO 14001 terá uma nova revisão até o final de 2015. Diversas mudanças foram introduzidas, sendo as principais as seguintes:

- Passa a ser utilizado o anexo SL, para aumentar a compatibilidade com as demais normas

- A melhoria contínua passa a ser apenas melhoria

- O termo ação preventiva não é mais utilizado, mas as ações necessárias continuam existindo

- A Alta Direção passa a ter um papel mais relevante na gestão do sistema

- Deixam de existir os termos documento e registro, passando a existir apenas “informação documentada”

- Reforçada a necessidade de desenvolvimento sustentado

EICC

A EICC (Electronic Industry Citizenship Coalition) é uma associação entre empresas que possui um código de conduta que aborda os aspectos trabalhista, de saúde e segurança, de meio ambiente e de ética. Esse código de conduta é um documento das melhores práticas recomendadas que valoriza essencialmente a empresa que está focada, além de seus aspectos produtivos, nos aspectos sociais e ambientais. Surgido em 2004 e atualmente na revisão 5, o código foi estabelecido pela união entre as empresas Dell, HP e IBM, além das montadoras Flextronics, Celestica, Sanmina, Solectron e Jabil, após serem alvo relatórios de ONGs. Os membros do EICC desenvolvem ferramentas para facilitar a implementação bem-sucedida do código.

Como forma das autoridades ligadas à área de saúde garantirem que os produtos distribuídos no mercado não oferecem nenhum risco, foram estabelecidas regras que têm dupla abrangência:

Garantir que o produto atende a normas técnicas, denominadas ensaios de tipo.
Garantir que a empresa que fabrica tem condições de fornecer produtos com funcionamento idêntico àqueles que foram submetidos aos ensaios de tipo.
Para tanto, a empresa deve apresentar a laboratórios credenciados, reconhecidos pelas autoridades brasileiras, amostras, que serão ensaiadas de acordo com essas normas técnicas. Para garantir que os produtos fabricados sempre atendam às normas técnicas que foram referência para os ensaios de tipo, as autoridades designaram empresas que vão, em nome do Inmetro, fazer as inspeções nas empresas. Essas empresas são denominadas OCPs (Organismos Certificadores de Produto).

 

 

A norma ABNT NBR ISO 27001:2006 é uma norma que especifica os requisitos para estabelecer, implementar, operar, monitorar, analisar criticamente, manter e melhorar um Sistema de Gestão da Segurança da Informação documentado dentro do contexto dos riscos de negócio da organização. O ponto alta desta norma é a criação e o estabelecimento de uma Política de Segurança da Informação, documento que possui as regras básicas que e empresa adota sobre a segurança da informação.

Ela especifica requisitos para a implementação de controles de segurança personalizados para as necessidades individuais de cada empresa ou suas partes e para proteger os ativos de informação e propiciar confiança às partes interessadas (clientes). Com uma estrutura semelhante à ABNT NBR ISO 9001:2008, a norma é dividida nas seguintes partes:

Sistema de gestão de segurança da informação
Responsabilidade da direção
Auditorias internas do SGSI
Análise crítica do SGSI pela direção
Melhoria do SGSI
A implantação de uma documentação que define como cada atividade de proteção é realizada é complementada com simulações práticas e evidências objetivas que existe realmente a segurança da informação na empresa e essa documentação espelha a realidade operacional.

Página 3 de 3

Áreas de Atuação

Consultoria

Formação continuada

Produtividade

Serviços diferenciados

Qualidade

Meio Ambiente

Construção Civil

Saúde

Segurança da informação

Segurança ocupacional

Responsabilidade Social

Normas específicas

Endereço

KTN Consultoria e Treinamento LTDA

Rua Dr. Braulio Gomes, 141 6º andar

CEP 01047-020, República - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3082-7363